BOAS-VINDAS

BEM-VINDOS,ESPERO ATRAVÉS DESTE CANTINHO,TRAZER PARA VCS QUE TRABALHAM COM OS PEQUENINOS DO SENHOR,NOVIDADES QUE IRÃO VOS AJUDAR NO ENSINO DA PALAVRA DE DEUS. E PARA VC QUE AMA NOVIDADES E COISINHAS FÁCEIS DE FAZER,ESSE CANTINHO TAMBÉM É SEU!

PLAQUINHA

CANÇÕES PREFERIDAS

domingo, 7 de abril de 2013

NOVIDADES!







ABAIXO TEM UMA LISTA DE APOSTILAS PARA CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES COM MINISTÉRIO DE CRIANÇAS QUE ACHEI NA INTERNET:

JUVENIS: http://www.mediafire.com/?5ikcc114k15pt17

CURSO BÁSICO-PROFESSORES EBD: http://www.mediafire.com/?07i54iyc0fppop1

CURSO DE LIDERANÇA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL: http://www.mediafire.com/?b781dhbn3in5cb3

CURSO EBD: http://www.mediafire.com/?s8xm6owm7x3pxjt

CURSO PARA PROFESSORES: http://www.mediafire.com/?v3tn8d5i57auqk8

MINISTERIO INFANTIL APOSTILA: http://www.mediafire.com/?svda5arcoa6o5xb

PERFIL DO MINISTRO INFANTIL: http://www.mediafire.com/?dd2sch5234ebdr4

TREINAMENTO DE PROFESSORES E LÍDERES DE CRIANÇA: http://www.mediafire.com/?566c22ma5pfv9vd

sábado, 24 de julho de 2010

DICAS PARA INOVAR AS SUAS AULAS


ALTARES COMESTÍVEIS
Material: 12 Marshmallow, pratos com glacê
Preparo: Dê uma faca, 12 marshmallow e dois pratos às crianças; um dos pratos deve conter uma colher de glacê;
Desenvolvimento: Mostre aos alunos como empilhar os marshmallow em círculo para construir um altar; o glacê serve de cola.
Mande as crianças espalharem um pouco de glacê em cima do altar. Depois é só colocar os palitinhos salgados como se fossem lenha.
Embale a obra dos alunos em papel filme e coloque a etiqueta. Depois deixe que as crianças façam um lanche para comer na classe.
COMEMORAÇÃO EM JERICÓ
Material: Pedaços de bolo, chantilly, biscoitos, doces.
Preparo: Dê a cada aluno um prato com um pedaço de bolo.
Desenvolvimento: Mande que cubram o bolo com chantilly. Mostre como plantar os biscoitos no creme ao redor do bolo para construir o “muro” de Jericó
Dê um punhado de ursinho de goma aos alunos e mostre-lhes como alinhar os doces em volta dos muros do bolo. Sugira que façam seus “soldados” caminhar ao redor dos muros para depois derrubá-los... para dentro da boca.
CAÇA AO TESOURO
Material: Pedacinhos de papel
Preparo: Você deverá separar a turma em duas ou três equipes, nos pedaços de papel escreva desafios com enigmas bíblicos.
Desenvolvimento: Coloque uma pista de onde está escondido o próximo desafio. Esconda-os em determinados locais do ambiente em que será realizada a brincadeira, anote para não esquecer ou confundir os desafios de cada grupo
Você pode organizar as pistas de várias formas, por exemplo:
• Se estiver em um sítio, colocar versículos sobre árvores e lá esconder a próxima pista.
• Charadas com carros, animais...
• Na igreja pode se colocar pista na porta, próximo a água, parede, janelas e etc.
Os grupos devem ser estimulados a caminhar juntos e todos os grupos devem ser estimulados a solucionar charadas.
Ganha o grupo que terminar seu circuito primeiro e desvendar o mistério.
CARRINHO DE MÃO
Material: Bolinha de ping-pong
Preparo: Os times devem se dividir em duplas que devem formar carrinhos de mão.
Desenvolvimento: Uma pessoa segura as pernas da outra que então sai engatinhando. Os carrinhos de mão vão conduzir uma bolinha de ping-pong pelo sopro até o ponto pré estabelecido e voltar. Na volta os dois participantes podem inverter as suas posições. A dupla seguinte deve repetir a operação até que todos os integrantes do time tenham participado. Não é permitido tocar na bolinha.
BUMBALÕES
Material: Balões para assoprar
Preparo: Dividir a turma em duplas e amarrar os balões nas mãos e nos pés de todos os participantes.
Desenvolvimento: As crianças deverão cantar um hino escolhido e enquanto cantam, estourar os balões do seu par. Ganha a dupla que estourar menos balões.
SUA CASA É O JORNAL
Material: Folhas de papel de jornal, música
Preparo: Espalhar as folhas de jornal pela sala, de acordo com o número de crianças
Desenvolvimento: As crianças devem andar, desviando das folhas de jornal, enquanto ouvem uma música. Assim que a música parar, rapidamente todos pisam em cima do jornal (a sua casa). Quando o som reiniciar, todos saem andando novamente. A cada rodada, o professor tira um jornal do chão, para aumentar o desafio. Assim, as crianças serão obrigadas a se juntarem nas poucas “casas”. Ao final do jogo, restará apenas uma folha de jornal, onde todos deverão dar um jeito de entrar. Vale encostar apenas uma parte do corpo como um dedo, mão ou pé. O jogo é cooperativo, não há um ganhador.
PERSONAGENS
Material: Papéis, figuras
Preparo: Colar em pequenos pedaços de papéis imagens de animais ou personagens bíblicos, depois distribuí-los às crianças.
Desenvolvimento: As crianças irão receber os papéis ou figuras com imagens ou nomes dos personagens ou animais bíblicos, elas representarão através de mímicas um personagem sorteado.
A intenção é fazer com que os colegas possam interpretar a mímica e descobrir qual.
ETIQUETAS
Material: Fichas de cartolina (22x15), pincel atômico, fita crepe, papéis para anotações e lápis preto (A quantidade deve ser de acordo com o nº de participantes)
Preparo: Escrever nomes de personagens bíblicos, lugares da Bíblia, objetos, etc. nos cartões. Colar as fichas nas costas das crianças e distribuir os papéis para anotações e os lápis.
Desenvolvimento: As crianças deverão estar dispostas em círculo enquanto as fichas são coladas em suas costas. A um dado sinal, elas deverão copiar o máximo de palavras possíveis das costas dos colegas, mas cada um deverá impedir que os outros copiem a sua palavra. Vencerá a criança que conseguir o maior número de palavras.
NUMEROLOGIA BÍBLICA
1) Quantos livros tem a Bíblia? R: 66
2) Quantos livros tem o Antigo Testamento? R: 39
3) Quantos livros tem o Novo Testamento? R: 27
4) Por quantas moedas de prata venderam Jesus? R: 30
5) Em quantas tábuas de pedra foram escritos os 10 mandamentos? R: 2
6) Venderam José por quantas moedas de prata? R: 20
7) Quantas vezes, por dia, orava Daniel? R: 2
8) Quantos pães o menino entregou a Jesus para alimentar 5 mil pessoas? R: 5
9) Quantos discípulos Jesus escolheu? R: 12
10) Com que idade Jesus assistiu a páscoa pela 1ª vez? R: 12 anos

COMO CONTAR HISTÓRIAS




Como contar histórias
Passe segurança! Não se desculpe ao começar, nem em palavras nem com uma expressão corporal encurvada. Conte em suas próprias palavras. Deixe a imaginação funcionar - isto é o que cria mágica e não malabarismos da memória. Se der branco, continue. Não faça caretas, chingue nem desculpe-se. Continue descrevendo detalhes de cores, locais.. isto estimula a imaginação e ajuda a memória. Ou então faça uma pausa, olhando todos nos olhos, como para levantar suspense (não olhe para o chão). Improvise!

Mantenha as histórias até 10 minutos de extensão. Ensaie e cronometre.

A introdução é crucial. "Você vai ganhar ou perder nos 3 primeiros minutos dependendo de como você começa".Você tem que criar sua "audiência no grupo de crianças, cada uma com seus próprios pensamentos e focos de atenção, antes que você possa começar a contar uma história para elas. Deve haver, na introdução, o indício de que coisas excitantes irão acontecer, incitando a curiosidade, unindo as crianças em antecipação. Não dê tudo na introdução. Sempre mantenha um certo nível de mistério, antecipação e surpresa durante toda a história.

Nós adultos tendemos a subestimar a capacidade das crianças de imaginar e fantasiar, e assim, muitas vezes fazemos muitos esforços para esplicar ou justificar o "cenário" ou explicar tudo com detalhes. Na verdade o que atrai as crianças é a possibilidade de entender os aspectos implausíveis da história depois; o que é ótimo, você tem a atenção delas e elas ficarão pensando no que você disse.

Para contar histórias você precisa de um pouco de habilidade em vendas, sinceridade (não tente fingir alegria, tristeza, etc.. seja verdadeiro!), entusiasmo verdadeiro (não ser barulhento ou articificial), animação (em gestos, voz, expressão facial) e mais importante, ser você mesmo.

Nós queremos que a mensagem chege clara e bem definida. Nosso objetivo é comunicar as verdades da Bíblia de uma maneira pessoal e com uma aplicação clara. Seja qual for a maneira que você conte a história, tenha certeza de ser objetivo! Não assuma que as crianças vão entender. Torne a história o mais real possível. Barret diz para não "contar a história de uma maneira cansada ou mal resumida. Pule dentro da narrativa, com a mesma intensidade que os fatos... escolha UM ponto e conte-o como se fosse a notícia mais interessante do mundo".
Mantenha simples e direto

Uma vez terminada a história, não fique divagando e corrigindo. Deixe os pensamentos das crianças presos no ponto da história, na mensagem central dela.

Quanto mais você praticar, melhores ficarão as suas técnicas. Teste diferentes métodos, seja criativo. Você sempre aprende de suas próprias experiências. Não seja extremamente tímido ou preocupado "com o que os outros irão dizer se..." Não tenha medo de ser um palhaço ou fazer papel de bobo para Cristo e para as crianças. Humildade, amor e oração são elementos importantes para contar histórias, juntamente com criatividade e inovação. As crianças pegam muito mais do que a história de você; elas percebem o seu entusiasmo pessoal com a mensagem. Elas precisam ver que você foi tocado pela Palavra. Prepare o seu coração enquanto prepara a história.

Tenha certeza de colocar algum drama, suspense na história. Deve haver uma situação que dirija ao climax e ao final da história. O conflito pode ser introduzido imediatamente ou aos poucos para aumentar o suspense e a intriga. Tente levar os ouvintes a se preocupar junto com os personagens e se envolver com o que acontece.

O professor deve estudar a lição muito bem. Você precisa saber muita coisa para poder ensinar um poquinho.

Crianças aprendem com seus sentidos. Elas adoram sentir, cheirar, tocar, escutar e ver. Descreva personagens e locais vividamente, ajudando-os a solidarizar-se com os personagens.
Numa audiência mista, tente colocar a história ao nível do mais novo.
Características de uma boa história: Tema único e bem definido / Enredo bem desenvolvido / Estilo: imagens vívidas, sons e ritmo agradáveis / Caracterização / Coerente com a fonte / Apelo dramático / Apropriado / adequado aos ouvintes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário